quarta-feira, 29 de dezembro de 2010


"Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber
Com o amor que eu um dia
Deixei pra você"

(Chico Buarque)

2 comentários:

  1. "Não se afobe, não
    Que nada é pra já
    O amor não tem pressa
    Ele pode esperar em silêncio
    Num fundo de armário
    Na posta-restante
    Milênios, milênios
    No ar"


    Quem ouve Chico, entende de amores.

    ResponderExcluir
  2. E como não se pegar apostando nisso, hein?

    ResponderExcluir

Uma tonelada de opinião...